música

Recentemente o John Mayer lançou em suas plataformas virtuais seu novo álbum – todos comemoremos, afinal, já fazia tempo desde o último. Como no álbum tem músicas incríveis e eu sou louca pelo trabalho dele – não é atoa que ele é meu cantor preferido – resolvi fazer um TOP 12 com as músicas que mais amo do John. Desde as mais antigas, a aquelas que estão no novo álbum – e ah, por ordem de preferência! HAHAHAHA Vale a pena você ouvir uma por uma!

In your atmosphere (Where The Light Is)

Me apaixonei pelo John ouvindo esta música! Encontrei por acaso nas sugestões do youtube, e desde então, ela vem sendo a minha favorita de todas. Não há um só dia que não escute-a. Além de ela ter marcado muitos momentos importantes pra mim.

 

Emoji of a wave (The Search for Everything)

Preciso colocar uma observação nessa música: desde o dia em que foi lançada, em fevereiro (já que faz parte do álbum novo), não sei como fazer para parar de ouvir. A melhor do álbum inteiro, sem dúvidas. <3 É legal procurar as lives dela, a voz rouquinha ao vivo conquista qualquer coração!

 

Born and Raised (Born and Raised)

Born and Raised é e sempre será o meu álbum favorito do John porque marca a volta dele pra música após o problema com as cordas vocais/cirurgia. Sem contar que é um dos trabalhos mais incríveis que ele já fez!

 

Agora que já rolou o TOP3, vamos as outras músicas!

 

3×5 (Room for Squares)

 

XO (XO)

Da série: covers que ficaram melhores que a versão original. Desculpem os fãs da Queen B, mas essa música ficou incrível na voz do John!

 

Shadow days (Born and Raised)

 

Slow a Dancing in a Burning Room (Where The Light Is)

 

Free Fallin’ (Where The Light Is)

 

Gravity (Where The Light Is)

Uma das músicas mais incríveis dele, não dá pra negar. E ah, a música de onde vem a minha frase favorita (e futura primeira tatuagem): “Just keep me where the light is…”.

 

Moving On and Getting Over (The Search for Everything)

 

Daughters  (Where The Light Is)

 

Your Body is a Wonderland  (Room for Squares)


Agora se você não escutava o John e amou, pode procurar mais músicas no Spotify ou conferir a playlist que fiz somente para ele lá: O melhor da GALÁXIA!

Você curte o John também? Me conta qual álbum e qual música dele você mais ama! Se uma das minhas escolhidas é sua favorita também, me diga qual. E o mais importante: o que achou do álbum novo? Vou adorar saber <3

1 comentário

20 primaveras nem sempre tão floridas assim. Baiana do interior e libriana que nunca é indecisa. Gosta de tudo organizado e no lugar, se importa mais com os outros do que com ela. Ama dias frios e chuvosos, pipoca e chocolate. Acredita que com amor, tudo se resolve. Se entrega de alma em tudo que faz. Tem incontáveis sonhos à serem realizados. Escolheu Psicologia por ser fascinada em como a mente humana funciona. É completamente apaixonada pelo John Mayer. Gosta de escrever mais do que de falar, é através da escrita que consegue colocar para fora tudo o que sente. E escreve no blog O que sinto em palavras. Passa a maior parte do tempo lendo por amar imaginar um mundo novo e uma nova história a cada livro. Viciada em café e super-heróis. E ah, adora ouvir histórias aleatórias sobre a vida. Vai adorar ouvir as suas, chegue mais! <3 stephhhalmeida@hotmail.com ou me chame no instagram!

(Imagem: Felipe Gabriel/UOL)

Como muitos sabem, aconteceu recentemente um dos maiores festivais do Brasil, o Lollapalooza. O festival contou com a apresentação de diversas bandas e cantores incríveis, tanto do Brasil quanto do exterior. Além de toda vibe alternativa, um dos diferenciais do Lollapalooza é a inclusão de artistas não tão conhecidos assim, no Line-up, ou seja, é uma ótima oportunidade de atualizar aquela playlist do celular que você já está cansada(o) de ouvir.

Solta o play!

1. Cage The Elephant – Come A Little Closer

2. Jimmy Eat World – Sure and Certain

3. Two Door Cinema Club – Sun

4. Duran Duran – Come Undone

5. Suricato – Trem

6. Silversun Pickups – Lazy Eye

7. The Strokes – Last Nite

8. Catfish and the Bottlemen – Kathleen

9. MØ – Kamikaze

10. Criolo – Convoque Seu Buda

11. The xx – Angels

12. The Weeknd – Starboy (ft. Daft Punk)

13. Jaloo – Chuva

14. Baiana System – Playson

15. Metallica – Master Of Puppets

Conta pra gente aqui nos comentários os artistas que vocês curtem que não foram incluídos nessa Playlist. A música move! (;

0 comentários

Não tantas primaveras, mas muitas histórias. Carioca, futuro estudante de cinema, youtuber, fotógrafo nas horas vagas, escritor em outras, e pai de um bulldog francês, o Frederico. Apaixonado por compartilhar sentimentos em forma de imagens e de adquirir conhecimento sobre outros mundos. Se você se identifica, garanto que vai gostar de me acompanhar nas minhas redes sociais, te vejo lá!

Vencedora de vários prêmios, dentre eles diversos Grammys, Brit Awards, Globo de Ouro e um Oscar, Adele já muito mais que uma cantora consagrada, além de ser compositora e multi-instrumentalista. Britânica nascida em Londres, Adele é um sucesso no mundo inteiro e seus hits são inesquecíveis. E apesar de ser bastante reservada sobre sua vida pessoal, a artista deixou escapar algumas curiosidades. Confira cinco fatos sobre Adele que talvez você não conheça.

Ela conserta corações
Após perder a avó aos 10 anos de idade, surgiu na pequena Adele o desejo de se tornar uma cirurgiã cardíaca. Na escola ela chegou a sobrecarregar sua carga horária com aulas de Biologia, mas acabou desistindo da carreira por causa da música. Dez anos mais tarde ela cantou a primeira versão de “Someone Like You” para mãe que disse: “Você é uma cirurgiã. Você está consertando o coração das pessoas”.

Canções que contam sua história
Dois dos seus maiores sucessos, “Chasing Pavements” e “Rolling in the Deep“, refletem o lugar de nascimento de Adele no Tottenham, no norte de Londres. “’Chasing Pavements’ veio quando estava correndo pela Oxford Street. Eu tinha socado meu ex em um pub e depois fugi dos seguranças”, contou a cantora à Vogue em 2012. Adele também explicou a gênese por trás de “Rolling in the Deep“. “Há uma frase de gangue no Reino Unido, roll deep, que basicamente significa ter alguém em atrás de você, para que nunca esteja sozinho quando entrar em apuros. É uma coisa de gângster real, mas eu acho que é muito bonito. Então eu acabei por transformá-lo em ‘Rolling in the Deep’”.

Medo e insegurança
Apesar de parecer bastante forte e segura de si, Adele já confessou publicamente que odeia passar pelos famosos tapetes vermelhos de Hollywood. “Eu não me sinto inseguro, eu apenas sinto como, Oh, eu não quero fazer isso. Eu literalmente recebo um murro no estômago”, contou uma vez. E não é só isso, a cantora afirmou que ela sempre sentiu medo ao subir aos palcos para cantar e admite que esse medo só piora com o tempo. “Eu sinto que está ficando pior, porque deveria ter ficado melhor agora. Eu fico tão nervoso no palco que não tenho coragem de improvisar ou algo assim”, declarou.

Tatuada
Adele mesmo transparecendo ser bastante clássica possui três tatuagens em seu corpo. As tattoos são pequenas e singelas e trazem um significado muito importante para a artista. Em 2013, em uma de suas mãos Adele tatuou a palavra “Paradise”, que quer dizer paraíso e explica o motivo. “Porque Angelo é o meu paraíso. Todas as coisas que eu realmente gosto sobre mim, ele aflora em mim, e ele é a única pessoa que me diz não. Ele me controla completamente. Ele é o chefe de mim, e é tão engraçado para outras pessoas assistir, porque eu sou o chefe de tudo na minha vida profissional”, confessou ela para revista Rolling Stone. Outra curiosidade é que essa tatuagem é bastante semelhante a da cantora Lana Del Rey, inclusive foram feitas no mesmo local, na mão.

Fã das Spice Girls

“Foi um momento enorme na minha vida quando elas foram lançadas. Era o empoderamento da mulher e foram essas cinco garotas comuns que me fizeram tão bem e acabaram terminando”, disse Adele sobre as Spice Girls. Sim, ela era uma das maiores fãs da banda e admitiu ter ficado bastante triste quando uma de suas favoritas deixou a formação original. “Eu sempre fui Geri. E então ela saiu. Essa foi a primeira vez que eu estava realmente triste. A Geri me ajudou a encontrar minha própria identidade”, completou a cantora.

Informações retiradas do site da Vogue americana.

 

Gostou de saber um pouco mais sobre Adele? Qual sua música favorita da cantora?

 

0 comentários

Jornalista, apaixonada por histórias e pela arte de encantar pessoas através da escrita. Tenho 23 anos e amo moda, cinema, seriados e histórias encantadoras. Visite meu site: isabeltavares.com // Baixe o meu e-book "Entre a Fé a Paixão" aqui