Inspirando

Se você também ama programas de culinária, perfis de instagram com esse tema é perfeito para você. Além de te dar dicas de pratos diferentes, você pode se inspirar em fotografias incríveis dos alimentos.

O primeiro perfil é o @gordelicias  da carioca Raquel Arellano que possui 61,6mil seguidores com dicas gastrônomicas, receitas e indicações de produtos.

O segundo perfil é o @garotaesfomeada  da jornalista Mônica Dias, que possui 17,2mil seguidores e mostra um jeito descontraído de fotografar e preparar pratos maravilhosos, além de dicas de lugares com ótima dica gastronômica.

O terceiro perfil é da chef de cozinha inglesa April Bloomfield (@aprilbloomfield) que possui 162mil seguidores e mostra  fotos de pratos de comida feitos por ela mesma, que além de lindos, dão água na boca.

O quarto perfil é da artista e cozinheira Ida Frosk. Seu perfil @idafrosk possui 284mil seguidores e mostra imagens divertidas e criativas, ótimas para mamães de plantão ou para quem quer cozinhar para crianças. Seus pratos são feitos por ela mesma, que também escreveu um livro sobre culinária.

O quinto perfil é o @findandeat que é baseado no tema “Encontre o que comer”. Possui 48,4mil seguidores. O perfil mostra imagens de pratos variados e de bons restaurantes para conhecer em São Paulo.

0 comentários

Técnica em Informática pelo Instituto Federal de Rondônia, estudante de moda na UFG, 22 anos e blogueira. Escrevo sobre moda, culinária, decoração, viagens e o que vier na cabeça no blog http://anastaciakaziuk.com.br/home Redes Sociais: @AnastaciaKaziuk

precisamos-falar-sobre-ser-feliz-agora

Oi. Precisamos falar sobre um assunto muito importante: ser feliz AGORA. Esses dias, dando uma olhada no Facebook, me deparei com a história de uma senhorinha de 90 anos que havia desistido da quimioterapia para viver uma aventura cruzando os Estados Unidos com seu filho durante o tempo de vida que lhe restava. O tempo estimado era nada mais nada menos que um ano. Dia 30 de setembro de 2016 chegou e sua jornada na Terra havia chegado ao fim. Norma faleceu aos 91, feliz.

Essa história tocou-me de uma forma que nem eu mesmo sei explicar e foi por isso que decidi vir aqui hoje falar sobre o tal do “ser feliz”. Bom, por onde começar?

Tá, vamos lá. Muitas vezes deixamos de fazer diversas coisas que queremos por conta do comodismo. Sim, comodismo pode ser um problema na vida de muita gente e isso precisa mudar. Se sua rotina tá ficando cansativa, nada muda e você está insatisfeito com isso, é porque tem algo de errado: É PRECISO SAIR DA SUA ZONA DE CONFORTO! É hora de explorar novos mundos, aliás, nós só temos essa única vida para viver e ela pode ser muito mais do que toda essa mesmice do dia a dia.

Independente de qualquer religião, há quem acredite que exista vida após a morte, mas ninguém nunca voltou de lá pra contar como é do outro lado, se é que existe um outro lado. Pitty um tempo atrás escreveu um conselho em forma de música: “Não deixe nada pra semana que vem, porque semana que vem pode nem chegar” e isso é um fato tão real, que parece que as pessoas esquecem, sabe? Uma hora você pode estar bem, na outra você pode não mais existir e é por isso que precisamos valorizar o agora, o presente.  

O presente é literalmente “um presente”. Um presente da qual temos que saber aproveitar ao máximo. Chega de estresse, de problematização. CALMA. RESPIRA e tenta aproveitar o HOJE ao máximo. Numa outra música, aprendi que “o que tem solução, se solucionará. O que não tem, solucionado está”, guarde essa frase pra sua vida. Será útil.

Acho que já compartilhei tudo o que gostaria por hoje. Espero que tenham gostado e que de certa forma esse texto toque positivamente alguns de vocês. Para conferir outros posts escritos por mim aqui do blog, clique aqui. Um beijão e não esqueçam de me seguir lá nas minhas redes sociais, sou @simvini em todas. Até qualquer esbarrão por aí. Ah, e mais uma coisa: VIVA O HOJE!

4 comentários

Não tantas primaveras, mas muitas histórias. Carioca, futuro estudante de cinema, youtuber, fotógrafo nas horas vagas, escritor em outras, e pai de um bulldog francês, o Frederico. Apaixonado por compartilhar sentimentos em forma de imagens e de adquirir conhecimento sobre outros mundos. Se você se identifica, garanto que vai gostar de me acompanhar nas minhas redes sociais, te vejo lá!

Como disse lá no instagram (isabelaafreitas), minha família não é lá muito “tradicional”. Digo isso porque a maioria dos meus Natais eram apenas minha família sentada em volta de uma mesa, minha vó trazendo uns petiscos, e muita bebida! Viva a família animada! HEHE. Não que eu não goste dessa nossa festança, mas sempre senti falta de ter uma decoração, de ter uma árvore de Natal (nunca tiiiiiiive! Regininha usa uma árvore miniatura lá em casa), e de ter realmente uma CEIA.

Ano passado pela primeira vez, eu e minha mãe Regininha (reginadiasfreitas segue lá no instagram!), fizemos uma mesa de Natal. Ficou bem fofa, e nós pegamos inspiração aqui mesmo, na internet. Ah, fizemos uma ceia também! Foi bem legal. Esse ano minha família não quis ceia de novo, voltamos pro famoso churrasco (eu curto também, não posso negar), mas ainda assim teremos uma mesa de Natal decoradinha-fofa. 

Buscando inspirações pro nosso Natal, achei algumas inspirações que podem agradar vocês, muitas das coisas podem ser feitas sem muita grana, apenas com criatividade e tempo livre. Vamos ver?

PARA DECORAR SUA MESA: 

PARA COMER:

LEMBRANCINHAS:

Gostaram? Depois me mandem fotos ou me marquem lá no instagram quem for fazer alguma das ideias 🙂 

4 comentários

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

ele-pediu-sua-noiva-em-casamento-todos-os-dias-do-ano

O norte-americano Dean Smith quis entrar para a história com seu pedido de casamento "diferente". Quando ele e sua noiva foram para Aruba comemorar o aniversário dela, um vídeo revelou que ele estava há um ano pedindo sua mão em casamento sem que ela soubesse. E o que era para ser apenas uma comemoração de aniversário, virou um dos pedidos de casamentos mais criativos que já vi. 

 

Awn. Gostaram? 🙂

7 comentários

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

nova-coluna-ins-pirando
 
Recebo mais de 10 emails por dia de leitoras e leitores pedindo para que eu leia os textos que escrevem. Confesso, não dá tempo de ler tudo, e olha que eu amo novas leituras. Eu sempre quis fazer uma coluna que servisse como ''divulgadora'' de novos talentos por aí. Funcionaria basicamente assim: vocês enviariam os textos pro meu email, eu tentaria ler todos (ou quase todos), e selecionaria os melhores para ir divulgando aqui no blog. Assim o blog nunca falta conteúdo, e a gente é privilegiado com palavras lindas que estavam escondidas por aí.
 
 
Então hoje quando uma seguidora me mandou um texto que segundo ela, foi escrito pensado em mim, eu tive a ideia de colocar essa coluna pra funcionar, e começar estreiando com essa crônica super fofinha que fez eu me identificar horrores!
 
 
O nome foi escolhido por vocês mesmo lá no twitter. Ins (pirando). Quer nome melhor? A gente inspira os outros pra não pirar 🙂
 
 
Quer participar? Divulgar seu talento ao mundo? Mande um email para inspirandocoluna@isabelafreitas.com.br e torça para ser o escolhido da vez.
8 comentários

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.