Artigos do autor

O talento dos grandes autores não pode ser negado. Eles transformam plebeus em reis, sapos em príncipes, magos em dragões. Pintam um retrato bem metafórico do que se vê no dia-a-dia, são princesas de rosto perfeito prontas para receber o matrimônio, homens fortes e trabalhadores, famílias que são ameaçadas a cada dia pelo mal que está lá fora. Mas dentro desse universo que se mostra tão parecido com nossa vida real, ainda sim pode-se notar o quanto nos deixamos levar pelas aparências.

A psicologia geral aponta uma infinidade de atos reflexo-hormonais que se misturam dentro do nosso corpo, e pintam o retrato da nossa percepção; aquela que te faz discernir o bem e o mal. Não confiemos na nossa visão, essa mesma que só nota o superficial. Nesse mundo de aparências nós sempre estamos sujeitos às mais diversas pessoas, e por vezes quando nos gabamos de ter experiência, aparece algo novo pra te ensinar novamente. Andamos quase sempre no escuro à espera de algo que “clareie” nossa visão, que mostre o que os olhos não veem. A regra de julgar “o livro pela capa” nem sempre funciona.

O que é uma pessoa boa pra você? Ora, pra você pode ser uma pessoa generosa, solícita, prestativa, uma pessoa que está “sempre ali”, ou aquela que você “sempre pode contar”. Num julgamento social bem verdadeiro, a bondade está ligada à uma simples questão: interesse.

Ter algo, ser algo, ou fazer algo, se alguém te proporciona isso, essa sim é uma pessoa “boa”. Tudo bem, critério de cada um. Muita gente é igual livro mesmo, em algumas a “capa” já retrata bem o que vamos encontrar, mas tem outras que são sim bem difíceis de serem “lidas”. Isso requer tempo, paciência, e como uma boa leitura, se uma pessoa te agrada, você recomenda mesmo.

Tanta “bondade” vestida de interesse, tanta “generosidade” , tanto “amor”. Como nos livros, a vida também tem dessas reviravoltas, ou melhor, dessas revelações. Igual essas pessoas que “vivem uma vida cristã”, não comem carne na quaresma, jejuam e oferecem ao Senhor, pra logo depois esquecerem desse amor e não dar nem bom dia ao porteiro. É como um bom político que te faz “um favor”, ou desses casais que juram “amor eterno”. Amor eterno, do latim dois meses. É difícil ler as pessoas, interpretar, saber das suas fraquezas e das suas vitórias. Descobre a verdadeira essência da pessoa quem aprende o significado da palavra amor, que se vê traduzido não em gostar de alguém POR CAUSA DE… , mas APESAR DE…

Pois então taí, vou te dizer o que é uma pessoa boa. É aquela que faz de tudo e mais um pouco pra fazer alguém bem. É fazer uma doação sem esperar por platéia, é quem fica contigo num momento difícil, é quem te carrega bêbado nas festas, é quem te empresta dinheiro sem esperar devolução. É aquele tipo de pessoa que demonstra uma serenidade aparente, que você não se cansa, que não estão sempre nas suas orações (porque você não reza com frequência) mas quando o faz, seu mais singelo pedido é “Deus, cuida bem dele(a)”.

1 comentário

Cearense, 21 anos.Pisciano com um pé em Áries. Um pouco besta. Sonhador com os pés no chão. Gosto de chocolate e dessas besteirinhas que te fazem engordar,vou à academia por que o corpo não emagrece sozinho. Estudante de Direito,Estudante do errado.. Estudante da vida em geral.