Recebi esse email e decidi que seria legal compartilhar aqui no blog pra gente poder dar mais valor ao que realmente tem valor. Leia a história da nossa leitora e mude alguns pensamentos 🙂

“Oi, Bebela. Tudo bom? Eu sou a A.B. e tô aqui pra contar uma história. Um capitulo da minha vida que eu gostaria MUITO que você lesse. 

Eu tenho 16 anos e no meio do ano passado o meu cabelo caiu. Não de forma normal porque cabelo cai, né?  É que eu tive uma doença e ela me trouxe muita tristeza na época, porque eu não conseguia ver o quanto aquilo estava me fazendo amadurecer. Com o tempo meus fios foram caindo, e por onde eu passava tinha um mar de fios a minha volta. O inicio talvez não tenha sido a pior parte. Não que eu não tenha me desesperado, porque foi a primeira coisa que eu fiz. Mas é que, eu tive que aprender a lidar com isso. Eu  não sabia me acostumar com ele caindo, nem queria. E  por que ele caia? Simples, era uma doença relacionada ao sistema nervoso. Toda vez que eu ficava triste, ansiosa ou com raiva, ele caía. E caía fazendo estrago. Fios e fios no chão. 

A parte mais difícil foi ver que o tratamento era lento. Eu não iria ficar careca, mas ele só caía. Fui em médicos e todos diziam a mesma coisa. É alopecia, você tem que ficar calma. Mas poxa, ficar calma? Naquela época eu sentia cada vez mais desespero quando ele caía. Eu olhava no espelho e via aquelas falhas enormes. Essa doença estava tirando de mim uma das partes que eu mais amava, o meu cabelo. MEU cabelo. E ele era enorme, sabia? Mesmo. Até que um dia eu quis doá-lo. Doei tudo e isso até ajudou no meu tratamento. Me vi tomando remédios e mais remédios todo dia. Passando creme e loções na cabeça. Fazendo exames. Ate que um dia, ele cresceu. E foi umas das notícias mais felizes que eu tive. Desculpe informá-la, mas essas palavras me trazem lágrimas. Não de tristeza, mas por um filme estar passando na minha cabeça e ver por quantas dores tive que passar. Doeu muito, viu? 

Ele crescia, mas caía. Aquela luta ainda não tinha terminado. Infelizmente. Mas eu procurei me ocupar e esquecer. Deixei os fios irem. Fui tratada por médicos e residentes que só me deram mais certeza da profissão que eu queria seguir. Medicina. Eles tiveram tanto carinho comigo, por que não fazer o mesmo?

Mas ele caía e caía. Cada vez que eu ficava mal, vários fios iam para o chão. E as falhas? Pior parte. Eu queria que ninguém visse, que ninguém sentisse pena de ver aquele cabelão se tornando pequeno. Me chamavam de maluca por ter cortado, mas pra mim, eu só tinha feito bem dando para quem precisava. 

Hoje estou aqui, algum tempo depois. Naquela época eu tinha na cabeça que doenças só serviam para nos machucar, mas não só por fora e sim, por dentro. Passei bastante tempo machucada. Tive ajuda de um anjo chamado amigo, e que está comigo até hoje  (namorando até, hahahaha) e de outros anjos da minha familia, mas encontrei meu remédio na felicidade. Meu cabelo só iria crescer e parar de cair se eu deixasse esse sentimento tomar conta de mim. É claro, ninguém é feliz o tempo todo. Mas procurei ser feliz e despreocupada. Me divertir e principalmente, ver o lado bom das coisas. Com o tempo fui descobrindo que existia outras coisas que faziam ele cair, mas eu estou feliz, sabe? Ele cresceu e eu quase não vejo falhas. Essa doença me fez ser a pessoa forte que sou hoje. Me ajudou escolher a profissão que eu vou amar. E eu posso dizer, transmito felicidade e amor. Sou controlada e não me desespero tão facilmente, graças ao meu cabelo. Infelizmente a doença atacou a minha parte mais amada: meu cabelo. Hoje ele está aqui cheio de brilho. 

Então se um dia alguém ousar em falar que o cabelo te irrita, quer cortar, não gosta dele porque não é do jeito que você queria. Pode ter certeza, ele é exatamente do jeito que deveria ser. Eu aprendi na dor, mas quero passar pra você que está lendo e pra outras pessoas que não precisa ser assim. Basta se amar. Amar cada parte de si. E deixa o resto acontecer. Parecia ser até injusto ficar tão mal naquela época, porque eu sei, existe tantas doenças piores por ai. E eu não tive nada pior, graças a Deus. 

Então, Bebela, se você chegou até aqui e leu isso tudo. Muito obrigada. Por cada palavra do seu livro que me ajudou bastante nessa fase. Você é uma escritora e tanto e merece todo sucesso do mundo! Queria sua ajuda para mostrar para as pessoas que elas deveriam se amar mais, se cuidar mais e amar   cada parte de si. 

Com amor, de uma fã.”

31 comentários

Isabela Freitas tem 25 anos, mineira, atualmente em São Paulo, mas vive mesmo no mundo da Lua. Gosta do número 7, amores de arrancar o coração, bichinhos de rua e músicas fofinhas. Ah, ela adora signos também. Sagitariana, teimosa, sincera, sonhadora, dramática e um pouco exagerada. Mas só um pouquinho. Autora dos livros "Não se apega, não" e "Não se iluda, não", e você pode comprá-los aqui. Juntos eles já venderam 500.000 exemplares e até hoje eu não acredito nisso.

Deixe seu comentário

  1. VitóriaResponder

    Que lindo esse texto Isa!
    Amo você❤

  2. Isabela FreitasResponder

    Vitoria, obrigada! Tb amo vc

  3. Lais Lima da RochaResponder

    Acreditar nas pessoas? Essa é uma pergunta bem difícil para quem já se decepcionou demais.
    A experiencia que tive ao ler esses livros foi que realmente é possível dar a volta por cima,acreditar que o ser humano é capaz de amar e de perdoar, que as decepções, Ah elas vêm e como vem.
    Esperar demais das pessoas não é uma decisão muito sábia, pois o grande problema do ser humano é esperar das pessoas aquilo que vocês desejariam que fizessem por vocês. Como esquecer o primeiro amor? Como superar uma traição? Ou até mesmo uma troca.
    Ate que ponto chega o ser humano para. conseguir algo,esses livros realmente mostram a realidade vivida por muitas pessoas,eles mostraram para mim,que não precisamos viver a dois para ser completamente feliz,que sozinhos podemos ser muito mais felizes. Principalmente que príncipe encantado não existe, que o sofrimento infelizmente nos faz crescer e nos torna maduro o suficiente para nós não cometermos os mesmos erros novamente. Que confiar nas pessoas não é errado,mas que perdoar também é essencial… Desistir da outra pessoa não significa que você não vai encontrar mais ninguém, mas que realmente pode encontra alguém muito melhor.
    Ódio não nos faz melhor que ninguém, pelo contrário noa faz pessoas mesquinhas, fingir que não sente nada,que não se importa é pior ainda, pois é como se estivéssemos nos matando aos poucos.
    A dor nos ensina a crescer,e seja qual for a dor,nada é mais válido do que a oportunidade de se permitir recomeçar.
    E quer saber eu agradeço pelos que me fizeram sofrer,pois foram eles que me mostraram que eu posso ser muito mais forte do que eu sou.
    Sofrer por amor? Isso não faz parte dos meus planos, vamos praticar a lei d desapego,se permitir experimentar novas oportunidades,afinal loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão.Qual o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “VOCÊ DEVE ENCONTRAR A METADE DA SUA LARANJA” calma lá,amigo. Eu nem gosto de laranja .
    O amor vem para os distraídos.
    E foi com essa frase onde tudo começou, eu só tenho a agradecer Isabela Freitas por ter lido esses livros. E para terminar, ai vai.
    Ter a urgência de ser feliz Te impede de ser realmente feliz. Deixe que a vida aconteça, porque ela acontece quando estamos distraídos demais para planejá-lá…
    Mais uma fã❤� obrigado por tudo…

  4. ketelenResponder

    que Lindooo ameii essa historia

  5. JéssicaResponder

    Isa,

    amei o texto…

    Bjinhos sua fã

  6. LuanaResponder

    Lindo! realmente me fez refletir de todas as vezes que eu odiei meu cabelo enquanto tem tantas pessoas assim pelo mundo. Mto lindo mesmo

  7. KarolResponder

    Amei o testo !

    Isa, gostaria de contar minha historia, como faço ?

  8. GBResponder

    Muito muito muito especial esse texto. Li e reli. Eu queria contar minha história também. Inclusive, mandei no “Contato”. Preciso muito de conselhos.

  9. BelaResponder

    Queria contar minha historia mas n sei como. Me ajudem!!

  10. BelaResponder

    Quero contar minha historia, me ajudem!!!

  11. RResponder

    Isa, estou tentando contar minha historia, mas não consigo :/ bom desculpas talvez você nem venha ler, mas preciso contar rsrs, primeiramente sou mega sua fã seus livros são maravilho e eu grifo cada frase perfeita pra mim hahaha, acompanham sua saga em são paulo e torço demais por você e o rodrigo, amei sua geladeira 🙂 enfim meu nome é R. foi assim eu nunca havia namorado e como toda garota sempre quis alguém mas sempre soube esperar e quando menos esperava apareceu quem de inicio eu julgava meu príncipe haha foram 9 meses pra mim maravilhoso com ele descobri talvez o que eu acho que seja o amor e isa durante todo esse tempo de namoro eu me entreguei de corpo e alma na relação evitava briga fazia tudo que estava ao meu alcance pra sempre estarmos juntos e bem, certo dia ele veio dizendo que não gostava de mim como eu gostava dele uma desculpas que por deus ate hoje to boiando, me pediu tempo eu dei mais ou menos duas semanas, só que eu estava sofrendo demais e pedi pra gente conversa e resolver logo, foi muito estranho pois ele chorava no dia que foi termina e falava mil e duas coisas belas que também não sentia ser o fim, depois disso eu ainda fui no aniversario dele com nos largados, almocei na família dele que me tratam bem demais, sei que posso ta pedindo pra sofrer mas a família dele é maravilhosa não soube dizer não :/ pensa na menina loca que fui, enfim ele entrou na mesma faculdade que eu estudo e vejo ele todos os dias, e isa ele ta me mostrando alguém que eu não conheço sabe ele não sai do bar vive falando com meninas e foto pra la e foto pra ca e isso só me machuca, e me faz pensar que ele terminou comigo pra viver essa vida de solteiro sabe essa sensação de primeiro ano de faculdade, que realmente é passageiro, já vai pra 4 meses que terminamos, e nos nos cumprimentamos numa boa e mesmo depois disso eu não esqueço ele já não sei mais o que faço queria muito uma ajuda sua, e desculpas mandar aqui beijos Isa e muito sucesso !!!!!!!

  12. mResponder

    Como conto minha história?

  13. ysabele pinhoResponder

    eu tbm quero contar a minha mais n sei como, alguém mim ajuda por favor

  14. ysabele pinhoResponder

    Bella eu quero os seus conselhos to precisando muito de ajuda, sou apaixona pelo os seus livros a e eu ainda quero saber si vc ta namorando com Pedro e o q aconteceu com o Gabriel, como faço pra conversar com vc e contar a minha historia ? manda uma foto da Amanda q eu quero ver viu… beijos te adoro muito

  15. NellyResponder

    Como faço pra contar a história? SOS

  16. Millene RamalhoResponder

    como você enviou? estou com problemas para enviar, coloco meu número de telefone, mas o campo não fica verde.

  17. Isabelle DiasResponder

    Como conto minha historia?

  18. RaquelResponder

    eu conheci o gabriel atraves de uma amiga,a gnt começou a conversar pelo whats e dps de 2 meses nos conhecemos e eu apaixonei por ele,e ele fingiu q tinha se interessado por mim enfim a gnt ficou mas dps descobri q ele era galinha e ele tinha dito q eu era a unica,dai um dia estava andando com uns amgs pela rua e encontrei ele beijando outra chorei mto ate pq eu amava ele mesmo ele sendo assim,dai dps ele veio me chamar no whats e dai chingeuei ele,isso aconteceu ano passado dai esse ano ele queria voltar cmg disse q ia ser diferente e eu cai de novo no papo dle e fiquei super decepcionada mas agora me afastei dle,mais agora ele esta namorando ja faz um mes e eu to super trsite pq eu gosto dle e n consigo tirar ele da cabeça,e eu acho q ele devia ficar sozinho pois oq ele fez foi super errado,mas ve ele com outra nao é nada facil,isabela feitas por favor me ajuda,ja tentei esquecer ele mas nao consigo…bjs

  19. Wendy Responder

    Oi, Isabela! tudo bem com você?
    Então, meu nome é Wendy tenho 23 anos sou de Brasília e para variar sou Sargitariana. Sou muito sua fã e me identifico muito com você. Não sei nem por onde posso começar a falar da ‘MINHA VIDA AMOROSA’.

    Desde que começou a série no Fantástico já fiquei mega curiosa pra assistir daí eu vi todos os capítulos.. todos os domingos ficava ligada na TV e por incrível que pareça amei, parecia muito com o que passei sabe ? na minha cabeça estava passando um filme e tudo que tinha vivido era só uma amotra grátis rsr. Como gostei da sua história e achei mara *–* resolvi te seguir nas redes sociais, e tive o privilégio de comprar seu livro. Hoje estou terminando de lê o primeiro e com gostinho de começar o segundo e tendo vista do terceiro HAHA

    Bom, vou ficar aguardando sua resposta e também querendo falar das minhas histórias tenho certeza que você vai ficar chocadaaaaaaaaaa.Grande beijo no seu coração

  20. Maria LuizaResponder

    Ola Isabela , meu nome é maria luiza e primeiramente gostaria de dizer que seus videos no youtube e os livros sempre me ajudam muito e estou desesperada preciso muito de ajuda, conheci um garoto chamado D. ficamos amigos e eu tinha acabado de terminar um namoro de 3 anos quando o conheci e ele tinha uma namorada, depois de umas 3 semanas ele terminou o namoro dele e nos acabamos nos aproximando ,nos ficávamos sempre que nos víamos , nossos amigos eram comuns entao estávamos sempre juntos , mas nunca passava de beijos ele me respeitou muito , mas nunca largou a vida de solteiro por mim , eu queira algo serio entao acabei cansando disso , e voltei pro meu ex namorado que estava na minha cola pedindo pra voltar eu o o D. nao nos falávamos mais depois que eu voltei a namorar, ele ficou muito chateado comigo, meu namoro nao deu certo eu ainda pensava no D e nao achei justo comigo e nem com o rapaz continuar um namoro que nao estava bom ,quando terminei eu e o D novamente nos aproximamos e voltamos a ficar depois de um tempo , so que dessa vez aconteceu algo a mais nos dormimos juntos e foi assim durante uma semana ,ele nunca foi de mandar mensagens pra mim , nem de ligar pra conversar mas sente muito ciumes e nao gosta de me ver conversando com homens nem em boates ele chegou a ir me buscar em uma boate aqui na minha cidade , eu nao entendo pois ele tem atitudes que me fazem achar que ele é louco por mim , porem tem outras que me mostram que ele nao sente nada , nao sei o que fazer me ajuda por favor :* beijos

  21. tamirisResponder

    achei sua historia muito linda, tem muita gente que reclama do cabelo pois eles nao sabem oq é ser feliz com cabelo ou sem oq importa é que vc é feliz do geito que vc é continua assim pk atravez disso vc vai indo longe com sua felicidade continua assim linda

  22. tamirisResponder

    isa tudo bem? meu nome é tamiris tenho 16 anos, vim aki pra falar de mim um pouco …… ja deu Cansei de agradar as pessoas , cansei de ser ‘boazinha’ ,cansei daquele amor clichê,cansei de esperar o menino perfeito, porra,isso não existe.Cansei de acreditar em finais felizes,cansei de tentar ser mais legal com quem nao merece, cansei de dar tempo as coisas ,cansei de viver perdoando quem nao merçe perdão,cansei de tentar e nunca conseguir,cansei das coisas sempre dando errado,cansei das pessoas mentindo para mim,cansei do passado, cansei de falsidade,cansei dessa sensação de ninguém me entender,cansei de ser julgada,cansei do tédio,cansei de gostar de quem não gosta de mim, cansei de sofrer, cansei de esconder as coisas,cansei de me arrepender,cansei de me prometer que eu iria mudar e nunca conseguir sair do ponto de partida, eu cansei e foi de tudo. acho seu blog muito bom gosto de assistir seus videos gosto muitoooo

  23. AResponder

    Boa tarde Isa.
    Sei que talvez você não leia a minha mensagem, mas queria muito que você me desse um conselho.
    No final do ano passado, eu comecei a namorar com um cara que estudou comigo no Ensino Médio.
    A gente se dava super bem, até que do nada ele começou a mudar, não demonstrava mais carinho, afeto, amor e atenção. No dia 12/04/16, ele resolveu terminar o nosso namoro alegando que só me amava comigo, dizendo que eu não merecia sofrer.
    A verdade é que já se passou um mês e eu ainda não superei, eu morro de saudades dele, tenho vontade de chamá-lo para conversar, as vezes eu acho que eu tô louca, porque saio na rua na esperança de encontra-lo, todo canto que eu vou eu penso nele .. Enfim, tô numa bad sem fim !!
    Caso tenha algum conselho, POR FAVOR ME AJUDA

  24. AResponder

    Oi Isa. Sei que talvez não leia, mas preciso de um conselho!
    Uns anos atrás meu melhor amigo se declarou para mim, estava com outro cara e disse que ele só estava carente e confundi-o as coisa, pois tinha acabado de terminar um relacionamento. Passaram alguns meses e ele começou a namorar, confesso que fiquei meio que com ciumes. Continuei namorando e ele também, ficamos bem distantes, mas por incrível que pareça estávamos no ultimo ano do colégio e acabamos nossos relacionamentos quase na mesma época só que estávamos afastados (acho que isso nos uniu novamente), as aulas tinham acabado e passamos todo o verão bem juntos (Festas, baladas, filmes…). No fim de janeiro fizeram uma despedida para ele pois ia se mudar para outro país, eu não fui, odeio despedidas, mas no dia seguinte quem estava batendo na minha porta para se despedir?! Sim, era ele. Ele me deu um abraço que parecia ter todo o meu mundo ali, segurei o choro, porem desabei no meu quarto, chorei rios, Sim! Estava gostando dele! Não sei por que demorei tanto para perceber. Morro de saudades, com a faculdade e ele morando longe estamos afastados, mas sempre que dar conversamos. As vezes me pego imaginado como seria se tivesse caído na real quando ele disse anos atras e me mordo de ciumes quando ele fala de outras meninas, não sei se conto o que ando sentindo. Não sei se será reciproco. Agora falta um mês para ele voltar ao Brasil, eu não sei como agir, não sei se conto e se for reciproco?! o que as nossas famílias vão achar? No começo achava que era só saudade, fiquei com outros caras, mas só consigo pensar nele, sei todos os seus defeitos e qualidades, sei que ele é um galinha, mesmo assim não tiro da cabeça. Todo mundo diz que a gente combina. Me ajuda Isa! Minhas amigas vão me achar ridícula se pedir conselho sobre isso. Não sei o que fazer!

  25. Ana BeatrizResponder

    Parabéns pela sua força A. B. Tô aqui pensando o quanto reclamo do meu cabelo a toa e a partir de agora quero mudar isso. Obrigada Isabela, por compartilhar toda essa lição de vida com a gente.

  26. AnaluResponder

    Olá isa espero que leia e se quiser publique mas não diga meu nome.
    Bem tenho 15 anos e meu namorado 31 sim muita coisa mas são apenas 15 anos de diferença mas só tem esse susto porque nem de maior eu sou. Eu o vejo uma vez por mês no shopping e estamos fazendo isso até chegar os meus 18 e eu ir morar com ele , são meus planos com ele , ele é vocalista de uma banda , tattoador e entre outras coisas é muito inteligente e me respeita muito , tentei comentar com minha mãe sobre ele mas ela disse “ele tem 20 anos néh ? ” e eu simplesmente concordei e tal. Na minha familia tem um casal com essa diferença de idade ou até mais , que é meu tio e minha tia mas acho que se eu contasse pra eles , por eu ser adolescente e deficiente fisica (uso muletas) eles iriam fazer de tudo pra mim não ver mais o meu namorado , ele mora longe de mim , por isso só o vejo uma vez por mês também, além de que ele trabalha muito. Desde pequena minha mãe não me da carinho e atenção e por culpa disso sou muito carente , meu namorado sabe se lidar com minha carência , até porque já confundi muito amor com carência muitas vezes mas ele entende e vê que gosto dele. Meu pai também nunca me deu carinho e atenção também e ai quando ele começou a namorar parecia que eu nem existia , e ai eu fiquei louca comecei a mexer no celular dele e facebook , sim foi errado , mas ao invez dele pensar “qual o motivo dela agir assim?” , não , ele só brigou comigo e joga isso na minha cara até hoje.
    voltando sobre meu namoro , é óbvio que eu queria passar mais de uma tarde no shopping com ele e tal , ir nos shows dele mas meus pais…não deixam não querem e não facilitam , eu tento explicar “sou deficiente fisica e não mental , eu vou me apaixonar e ter minhas vontades” . ao inves deles me orientarem eles preferem proibir e nunca me escutam, Dizem que não confiam em mim porque já menti muito , mas já pensou o que leva alguém a mentir? falta de confiança que eles deveriam me passar , ameaças e medo .Porque eu não podia e não posso contar com eles até hoje. Então podemos concluir que eles não conseguem confiar em mim por culpa deles mesmos , sim é bizarro mas é a única lógica que leva alguém á mentir e foi basicamente isso que me levou á mentir e não contar com eles . não posso nem desabafar com eles e nem chorar na frente deles que já me chamam de “fraca” , e sei que quando eu for embora vai ser tarde demais e não vai mais ter jeito , eles vão querer voltar atras pra me darem todo carinho e atenção que não me deram quando eu já tiver ido e ai vai ser tarde , e todos os dias eu luto pra não ficar magoada e não me tornar como eles pros meus futuros filhos porque nem uma criança nem uma adolescente que ta praticamente quase formada pro mundo , merece essa falta de apoio e conselho dos próprios pais , ninguém merece ter que implorar por anos pra sair com os próprios pais e eles fazerem isso 1 vez e ainda ficarem de cara fechada com você. Além de isso tudo tem a mãe do meu pai que nem ao menos paga meus aparelhos e ainda quer cuidar da minha vida e sair fazendo fofoca pra minha tia advogada pra me proibirem de sair , não posso ficar presa não posso ficar sem quem eu gosto por perto , eu não quero voltar á ter depressão e ficar sem carinho e atenção.
    E por fim , tenho um estilo “emo” e uma garota na minha sala vivia falando de como meu estilo era “ridiculo” e ela falava bem alto como se eu não estivesse ali sabe? ainda mais que sou a unica com esse estilo (tem mais uma mas ela vive com o cabelo e franja presa) , eu aguentei essa menina falando de mim por 1 ano , sou muito calada mas não aguentei e ai desabafei na net e ela pegou como indireta , nesse post eu falei que temos que respeitar todos e que pelo menos eu respeitava e que eu não era uma funkeira puta com um shortinho enfiado no habbo/rabo. Eu tentei mudar de sala e ai a diretora descobriu e achou errado mas primeiro , o problema tava fora do colégio , segunda , a diretora disse que por eu ser diferente eu tinha que aguentar as criticas , mas cara , eu não sou alguém famoso pronto pra receber esse tipo de coisa , a mina tinha que me respeitar cara , eu aguentei um ano e depois que desabafo tô errada?. e teve um dia que surtei e a diretora disse que eu não tinha depressão que eu que queria ter , CARA QUEM QUER TER DEPRESSÃO ? NINGUÉM DESEJA ESSA COISA HORRÍVEL PRA ALGUÉM E NEM PRA SÍ MESMO. Bem…por favor me ajude a me lidar com tudo isso , bjos

  27. AnaResponder

    Isso também está acontecendo comigo! Meu cabelo têm caído há mais de um ano, direto, vou em médicos mas nenhum diagnosticou alopécia, o que é mais preocupante, pois muitas pessoas me disseram que é meu emocional, e lendo seu texto agora tive certeza. Sou muito emotiva, dou mais importância pra coisas que não merecem nem minha atenção. É uma luta consigo mesma, tentar acalmar o coração com os problemas do dia-a-dia e principalmente a queda de cabelo, minha vida têm sido turbulenta de um tempo pra cá, respirar fundo já não está me ajudando mais. Mas espero que tudo volte ao normal, principalmente meu cabelo, assim como foi com você!

  28. DinhaResponder

    Como faço para contar minha história? SOS SOS

  29. D.Responder

    Oi Isa sua linda! Meu nome é D. eu tenho 21 anos e eu queria que você fosse minha amiga de verdade pra poder ir na sua casa quando eu estivesse mal (tipo agora) pra vc me aconselhar com esses conselhos maravilhosos que só vc tem! Bom, resolvi contar minha história pois descobri que não sei mais o que fazer. Eu namoro a 2 anos e amo demais meu namorado, tipo DEMAIS MESMO!! Ele é suuuper fofo comigo, me trata como uma verdadeira princesa, é muito carinhoso e romântico.. enfim tudo de bom! Mas eu sou evangélica e pra mim é muito importante alguém que tenha a mesma fé do que eu, até porque os principios precisam ser os mesmos. Porém ele não quer saber de igreja, quando falo de Deus pra ele, ele diz não acreditar muito, e isso me deixa muito preocupada sabe? Porque como vou criar um futuro com uma pessoa que não acredita nas mesmas coisas do que eu? Ele é meu primeiro namorado, e antes dele só fiquei com uma pessoa, ou seja só beijei duas bocas na vida! (rsrs) E é ai que começa meu desespero, essa outra pessoa não mora mais na minha cidade, e faz 4 anos que ficamos, porém a 1 mês mais ou menos ele veio falar comigo no face pra zuar um comentario que eu fiz no face de uma amiga, e a partir dai começamos a conversar, ele me disse que estava com saudades, que eu sou uma pessoa muito especial, e começou relembrar várias coisas que vivemos quando ele morava aqui. E depois que ele foi embora, ele virou uma pessoa totalmente cristã, e hoje ele compartilha da mesma fé do que eu, ele é muuuito de Deus, e isso mexe muito comigo pois sempre tive um carinho muito especial por ele.. E o mais engraçado é que meu sonho sempre foi morar na cidade dele, e eu ainda planejo morar lá. Em janeiro eu vou viajar de férias pra lá, e estou com muita vontade de velo, mas não acho certo ver ele sendo que eu namoro, e eu sei que o que sinto por ele vai um pouco além de amizade. Ele me disse que só quer que eu seja feliz seja com quem for, mas que se for pra ser nós dois, sera! Agora não sei o que eu faço, fiquei mexida sabe? Não sei se devo continuar com meu namorado, sentindo algo tão especial por outra pessoa! ME AJUDA ISA, POR FAVOR, ME AJUDA!

  30. LeticiaResponder

    Nossa me identifiquei com tua história! É foda meu 🙁

  31. KResponder

    Oi Bela, tudo bem? Então não sei nem por onde começar, estou passando por tantas coisas, sofri um acidente estou quase perdendo meu emprego, minha família se afastou de mim a algum tempo não sei o que fiz acho que pode ser porque minha mãe tem um gênio meio forte ela não gosta muito de conviver com família e acaba meio que afastando a família, ela so me crítica, tudo que faço esta errado pra ela, em tudo ela quer tomar decisão por mim, quando vou sair ela quer que eu aaia com a roupa que ela gosta, se não saio dessa maneira estou errada. Estou me tornando uma pessoa com muito medo de fazer as coisas, com receio de tudo, faço as coisas e me arrependo. Não me sinto uma pessoa normal, sinto que eu afasto as pessoas de mim, ja namorei mas nunca deu certo. As vezes faço as coisas sem pensar e quando vou ver ja estou me arrependendo do que fiz. Queria ser uma pessoa mais positiva que saiba o que quer, ai Bela estou numa tristeza grande, choro todos os dias, não aguento mais isso. Me ajuda por favor. Muito obrigada